Super Dica de Cinema
  28/06/2021 às 14h01

Velozes e Furiosos 9


8
0
Velozes e Furiosos 9

'Velozes e Furiosos' é uma saga cinematográfica que atualmente foge totalmente da sua proposta inicial! A franquia que começou com uma trama com toques de filme policial, utilizando como ponto central a cultura das corridas de carros clandestinas com veículos tunados, se tornou uma grande aventura de espionagem, onde os automóveis ainda estão presentes, mas conseguem realizar proezas que nem o mais experiente piloto poderia conceber!

Deste modo, 'Velozes e Furiosos 9' adentra a "Saga Velozes" como um filme "ponte", preparando terreno para novos acontecimentos, apresentando personagens inéditos e carregando aquele absurdo conhecido desafiador da física que já conhecemos. E como tal, pode ser considerado um dos filmes mais trabalhados no automático da franquia, pois mesmo abraçando o exagero ( E gostamos muito disso), ainda assim falta algo ao final! Seria o The Rock?

Dom e Letty vivem afastados com o filho pequeno Bryan e quando os amigos aparecem trazendo uma mensagem do Senhor Ninguém, eles percebem que é o momento de voltarem à ativa. Ao chegarem ao local do início da missão, encontram um dispositivo que se cair nas mãos erradas poderá causar a queda da sociedade como um todo e como se não bastasse o perigo, o irmão mais novo de Dom ressurge, se colocando contra a família de pilotos, e isso fará com Toretto tenha que lidar com uma parte do passado que ainda não foi resolvida!

+ Siga a rádio FM Super também pelo Facebook, Instagram e YouTube.

Justin Lin retorna a franquia após dirigir as partes 3, 4 e 6. E sim, o diretor sabe como fazer o seu trabalho diante do peso e da forma que as produções de "Velozes e Furiosos" ganharam ao longo dos anos! Ao explorar cada um desses elementos conhecidos da franquia, Lin entrega mais sequências que desafiam nossa percepção da realidade, mas não consegue nos convencer dos dilemas que são apresentados ao longo da trama. É como se nessa tentativa de ser mais profundo ao falar de problemas familiares do passado, perdêssemos força justamente no que queremos, a diversão galhofa!

Apesar disso, a direção vai nos colocando dentro da ação constantemente e você já espera por algo que extrapole o que já conhecemos. E Justin Lin entrega! Ele cria uma sequência de "pêndulo" envolvendo um carro, um precipício e uma ponte de cordas que certamente estava lá antes de 1500. Consegue fazer um caminhão de guerra capotar feito carrinho de brinquedo de criança e faz seus atores serem arremessados de uma lado a outro em meio a explosões, aterrissando magistralmente, sem arranhões, onde? Nos carros!

Essa construção cênica se faz formidável dentro da proposta que a saga assumiu e tais situações são executadas com precisão! Design de produção, fotografia, efeitos visuais e trilha sonora trabalham em conjunto para o entretenimento. Os embates são coreografados com assertividade, destaque para Mia e Letty enfrentando um grupo de mercenários no Japão, e Dom contra Jacob se esmurrando até quebrar paredes!  E Justin Lin, sabe que o espectador quer ver isso! Deste modo constrói uma aparição sensacional para Helen Mirren em alto velocidade por Londres, dá a Charlize Theron ainda mais motivos para continuar sendo 'A Antagonista' desta saga e consegue conectar pontos abrindo um precedente para que nenhum personagem morto até agora, esteja realmente morto!

Isso faz com que a franquia possa seguir qualquer rumo, em qualquer lugar da forma como bem entender, desde que não esqueça que neste momento o que queremos é a diversão desenfreada e não ficar pensando enquanto carros atravessam penhascos facilmente!

O roteiro deste "Velozes" aparenta ser um filme de preparação desde o começo para algo muito maior! E como tal, funciona como uma jornada de perdão, confronto e redenção familiar que nem os melhores romances de Shakespeare poderiam pensar, já que a narrativa se propõem a criar conexões inesperadas, estabelecendo então que nenhum personagem está perdido ao longo dos noves filmes da franquia!

E tudo aquilo que os fãs esperam está lá: A família reunida, uma missão quase impossível de ser realizada, os pontos de virada e as cenas que desafiam qualquer tipo de lei da física. Em meio a tudo isso, existe uma tentativa de exagerar num ponto que nunca foi a maior habilidade dessas produções: dar profundidade a personagens! Para isso, vemos o passado de Dom, a morte do pai e os motivos que levam o irmão mais novo a se tornar um implacável agente! Ok, a construção é válida, porém rouba um tempo em tela que poderia ter acontecido mais coisas ou cortado outras que não são tão interessantes assim! De igual modo, há a presença de um "vilão investidor" que se revela quase ao final de um jeito óbvio que não faria diferença se existisse, pois do momento em que Cypher chega em cena, não há maior presença antagônica que a dela!

Mas o que estamos dizendo? Isso é "Velozes e Furiosos" (Imagine Vin Diesel de braços abertos dizendo isso, igual ao filme 5 no Rio de Janeiro).

O que é necessário nos entregar é a diversão escapistas, a galhofa da ação que não se contenta em apenas ter um ou dois capotamentos, precisamos de um super imã fazendo tudo voar pela cidade, um caminhão indestrutível e um carro comum transformado em foguete espacial! Ir ao cinema para conferir filmes desta saga é saber que ao longo de mais de 120 minutos você não precisa se preocupar com mais nada, vai rir, se surpreender, sentir vergonha e ao final vai desejar estar na mesa da família de Dom! Novamente, cinema!

'Velozes e Furiosos 9' é a produção que mais parece um filme de preparação em toda a franquia! Os perigos se tornam maiores e família ainda mais unida. E entre pêndulo de carros, destruição de satélites e os personagens se questionando como conseguem fazer tudo isso durante anos e não sair arranhados, abraçamos o exagero, o absurdo, mais uma vez! A recompensa, mais de duas horas de entretenimento despretensioso e criativo, além de um toque de drama familiar!

Talvez esse último ponto seja o que menos seja atrativo na produção como um todo, porém é o mecanismo encontrado para apresentar um personagem que poderá ser importante no decorrer da saga! Logo, o retorno de Justin Lin se faz satisfatório ainda que abaixo da média no quesito canastrice megalomaníaca que conhecemos!

Ao final, "Velozes 9" pode não ser o melhor filme da saga e está longe de ser pior, na verdade, existe filme ruim em meio a uma série de produções que já deixaram claro que o foco é fazer o espectador se conectar a uma história sobre companheirismo, junto de veículos em alta velocidade equipados para salvar o mundo?

O fato é que enquanto existem os que se preocupam com o conceito, Dom e sua família já foram onde as pessoas diziam que era o limite! Imagina se a Pabllo Vittar entra no elenco do próximo filme então?

'Velozes e Furiosos 9' está em cartaz nos cinemas!

P.S: Tem uma cena pós-créditos!

Will Weber
Geek Guia

Tags
sombra

Promoções
sombra

Artista em Destaque

102
12

Amigos da Super