Super Dica de Cinema
  07/06/2021 às 10h51

Carnaval


4
0
Carnaval

Carnaval!
Saudade né minha filha!? A festa, a alegria, as pessoas. Tudo isso em praticamente 7 dias de muita bagunça! E diversas vezes a cultura pop tentou trazer em suas produções essa temática. Algumas com sucesso, outras um fracasso sem tamanho e ainda há espaço para aquelas que não possuem personalidade o suficiente para contar uma história que faz jus à maratona de folia que todo brasileiro conhece e participa!

E desta forma, 'Carnaval' da Netflix, une à superficialidade de um roteiro que parece ter sido escrito no início dos anos de 2010, com uma total falta de construção dos personagens, além de uma execução que mais parece videoclipe feito para promover cantores que estão começando a sua carreira. Ok, talvez isso seja uma ofensa aos coitados dos artistas, então fiquemos com a definição que esse filme é apenas ruim mesmo!

Nina é uma influencer que após terminar o namoro com outro "famosinho" das redes sociais acaba sendo convidada para passar o carnaval em Salvador. E ao lado das amigas, a jovem irá aproveitar ao máximo o que os dias de festa e a cidade tem a oferecer. Porém, o que vale mais nesse momento? A fama que bate a sua porta numa chance completa de transformação na carreira ou cada minuto de alegria com as amigas que nunca saíram do seu lado?

Leandro Neri comanda a produção sem qualquer criatividade aparente! E numa tentativa de emular as comédias clássicas onde um grupo de amigos viaja para algum lugar para resolver certos conflitos e chegar a conclusão sobre a importância do companheirismo, muito se faz, mas pouco se mostra em mais de uma hora de meia de filme.

O diretor e a edição do longa parece que não conversaram direito sobre o que deveriam fazer na montagem da produção. Cenas são colocadas de maneiras de desconexas, o início é abrupto e as imagens dos momentos em Salvador mais parecem que saíram de vídeos musicais do que necessariamente de um longa-metragem. Sem contar que se temos uma obra com o título de "Carnaval" e filmado na cidade onde a festa é a mais importante, com apenas 3 cenas que retratam isso! Parece uma incoerência com a temática do projeto de maneira gritante!

Ao mesmo tempo, nada aqui é bem construído. Existe um conflito entre as amigas que se estabelece em uma única cena, e isso já passados mais de 40 minutos de exibição. E se arrasta até os minutos finais! Em outro ponto, é criada uma espécie de antagonista tão mal dirigida que até posicionada de maneira errada diante da câmera ela está diversas vezes. Para fechar esse pacote do amadorismo, não há o mínimo de esforço para que o elenco realmente entregue algo sólido.

+ Siga a rádio FM Super também pelo Facebook, Instagram e YouTube.

Giovana Cordeiro se empenha ao dar vida a Nina, mas nada é mais raso do que passar quase 50 minutos de filme repetindo as mesmas falas sobre ser influenciadora e os seguidores do Instagram. Já as demais, GKay, Samya Pascotto e Bruna Inocêncio, não possuem qualquer traço de personalidade para suas Michelle, Vivi e Maya . A primeira é "pegadora"! A segunda é Geek! Como sabemos? Ele vê Stranger Things e come Pizza! A terceira, que possui por sua vez o plot mais interessante, é colocada de lado para sempre lembrarem que ela é a "exotérica". Ou seja, todos os personagens, ainda que se tente, são superficiais! Igual ao texto como um todo!

Sim, sabemos que existem filmes que são feitos apenas para diversão, pelo tom leve e para nos arrancar algumas risadas. E adoramos esse tipo de produção onde a gente não precisa ficar analisando nada e apenas deixa a história simples nos levar até as situações que por mais clichês que pareçam, ainda assim geram aquele sentimento bom ao final!

E não, não é o que ocorre aqui!

O roteiro se torna uma grande "colcha de retalhos" dos estereótipos e "mais do mesmo", só que sem nenhum charme aparente ou uma figura cativante! Como dito, o espectador precisa esperar quase 40 minutos para algo finalmente acontecer. Enquanto isso, os mesmos pontos de repetem, as mesmas situações com as coadjuvantes e a protagonista não cresce em momento algum. E esta é justamente a ideia de filmes nessa temática, ir mostrando as mudanças dos personagens ao longo da trama. E aqui não existem!

O quarteto de amigas é unilateral demais. Uma é definida apenas por não se prender a um relacionamento, e está tudo bem com isso, mas se tirarmos a personagem da narrativa, ela se desenvolve do mesmo jeito. Outra é geek por ter livros, um cubo mágico e ver um chaveiro de Star Wars. Não é o que ela transmite e sim o que possui que a torna isso. Contudo o grande problema está em Maya! A protagonista e ela possuem uma conexão muito interessante, a questão cultural e espiritual dela é muito boa, mas se limita a uma única cena no final, pois antes o filme estava preocupado em repetir termos da internet. E só!

E a personagem principal, não aprende a lição, pois logo em seguida ela vê os seguidores e sorri! Ou seja, nada adiantou a "live do arrependimento" que faz! Espera, seria a arte imitando a internet? Olha, encontramos uma crítica social no meio da bagunça! Toma aqui Netflix, o selo do "Tabu bem quebrado"!

'Carnaval' é uma "festa da superficialidade" em meio a maior festa popular do Brasil. E nem a folia na cidade mais icônica se torna elemento suficiente para a trama apresentar algo criativo ou com personalidade. Sem contar que as personagens são unilaterais e estão presas a um roteiro que repete a mesma coisa todo tempo. Adoraríamos colocar essa produção na lista de "filmes ruins que são bons", mas nem lá ele encontra espaço!

Por sua vez a direção é genérica, com uma edição confusa e sem domínio nenhum para comandar os atores em cena. Parece mais uma obra do início dos anos 2000 para televisão que queria trazer diversos pontos "que os jovens estão discutindo ou curtindo", porém se torna um esquete mal feito de programa do Multishow!

Ao final, palmas para a Netflix porque marketing eles sabem fazer, agora filmes que realmente sejam o que está nos trailers, aí já é outra história!

'Carnaval' está disponível na Netflix!

Will Weber
Geek Guia

Tags
sombra

Promoções
sombra

Artista em Destaque

63
7

Amigos da Super