Notícias
  05/07/2021 às 13h52

Você Nunca Esteve Sozinha


6
10
Você Nunca Esteve Sozinha

O 'Big Brother Brasil' 2021 foi um dos grandes programas da televisão deste ano! Levantou inúmeras discussões, criou figuras que foram condenadas assim que saíram da casa e gerou um dos maiores fenômenos da cultura pop dos últimos tempos, Juliette! E por mais que muitos não gostem da vencedora da última edição da "casa mais vigiada do Brasil", convenhamos que sua trajetória de ascensão na temporada é digna de ser mostrada ainda mais!

Por isso, chegou a Globoplay, "Você Nunca Esteve Sozinha", série documental que narra a jornada de Juliette antes e depois do programa. Revelando fatos de sua vida familiar, carreira e detalhes ainda não expostos do que aconteceu no BBB, a produção se torna um atrativo para quem sente falta do reality show e principalmente, quer entender como tudo isso veio a ocorrer de fato! Então, bora tentar explicar o fenômeno "Juliette"!

Você Nunca Esteve Sozinha, conta a vida de Juliette Freire, vencedora da 21ª edição do Big Brother Brasil. Nascida na Paraíba, a advogada e maquiadora possui uma trajetória de muitos desafios, por isso, ao longo dos episódios semanais, vamos acompanhar sua ida para o reality show, os conflitos que aconteceram, sua vida do lado de fora, a vitória e os novos, e inesperados, rumos que sua carreira tem dado em tão pouco tempo!

Existem aqueles que irão duvidar da existência de uma obra documental sobre uma figura que é ex participante de reality show e haverá àqueles que se colocarão em frente a televisão simplesmente pelo ato de criticar o máximo que podem a produção. E lógico, em meio a tudo isso, os milhões de "cactos", nome dado aos fãs de Juliette, se tornam uma maioria imbatível ao apoiar e acompanhar cada movimento de seu ídolo, ainda mais com uma série só sua! Tanto que nem a plataforma da Globoplay aguentou os acessos assim que o documentário chegou com seus primeiros episódios!

+ Siga a rádio FM Super também pelo Facebook, Instagram e YouTube.

Dirigida por Patrícia Carvalho e Patricia Cupello, a produção segue os moldes já conhecidos de outras do gênero. O personagem principal sendo entrevistado, ao mesmo tempo que vemos depoimentos de pessoas próximas, familiares, amigos, sobre sua vida. Não há nada de novo no quesito técnico, seguindo a "cartilha" para contar esse tipo de história, mas isso não quer dizer que não venha emocionar nos momentos certos!

Utilizando de uma frase do discurso de Tiago Leifert, o título faz jus a narrativa que passa ser contada desde o primeiro episódio! Pois se muitas vezes a edição do programa mostrava Juliette como uma pessoa isolada do restante da casa, aqui a direção trata de mostrar seus inúmeros amigos, colegas, que conhecem e a admiram a vencedora do reality! Ao mesmo tempo, que passa a apresentar detalhes que não sabíamos de sua vida, importantes para o entendimento da personalidade que acompanhamos por 100 dias no BBB!

Um lar humilde, onde havia dificuldades em todo tempo para alimentação, para as contas e recursos do dia a dia! Mas nada disso tirou a vontade de Juliette de conquistar certos espaços. Logo de início, a história da série documental estabelece a figura da protagonista como a dedicada a aluna, companheira de todos, inseparável da irmã e repleta de alegria que consegui até mesmo caronas inusitadas para o caminho de casa!

O interessante desta construção de uma suposta história de "Cinderela" é que Juliette não se enquadra no estereótipo das "princesas" convencionais! Já que desde muito nova deixava claro sua postura diante de diferentes situações que muitas vezes surgiam para podar sua personalidade e forma de ver a vida!

Isso demonstra que a figura observada 24 horas por dia no Big Brother Brasil é tão verdadeira quanto as agruras que passou! E por mais que narrativa às vezes pese no quesito sofrimento para tentar exagerar na questão de dramaticidade, novamente a espontaneidade da protagonista salta em tela, algo que não se pode negar ou remover por mais que existam àqueles que ainda duvidem de sua vitória esmagadora em uma edição tão repleta de jornadas dúbias!
O fato é que a série documental pode não ser uma obra-prima, porém é um registro importante sobre esperança, amor e finais felizes que tanto precisamos ultimamente!

Para àqueles que estão saudosistas por conta do Big Brother Brasil e querem saber mais da grande vencedora da edição, esta é uma série documental perfeita. Entregando emoção, história e lógico, uma figura que comprova o porquê conseguiu cativar boa parte do público!
E por mais que a narrativa da moça do interior que precisou vencer diversos obstáculos para chegar até um momento de auge pareça sair direto das novelas da Globo, Juliette estabelece algo que poucos conseguiram ao longo dos 100 dias de reality show: ser quem é, sem medo do que iriam pensar do lado de fora!

Assim, cactos ou não, uma coisa é certa e precisa ser dita: Este é um fenômeno que tão cedo não irá se repetir!

Você Nunca Esteve Sozinha está disponível no Globoplay!

Will Weber
Geek Guia

Tags
sombra

Promoções
sombra

Artista em Destaque

145
18

Amigos da Super