Notícias
  08/11/2021 às 12h58

Vingança e Castigo


3
0
Vingança e Castigo

Falar de filmes de faroeste é entrar em um território onde temos grandes nomes que "reinaram" durante anos no cinema! E assim como boa parte das obras na sétima arte, majoritariamente temos a presença de homens brancos no centro de todas essas produções. Ao demais, sobravam os papéis secundários, figurantes e obviamente, a figura de bandidos! Logo, quando encontramos uma história que subverte por completo os moldes conhecidos, somos levados a uma experiência cinematográfica frenética e repleta de estilo!

Deste modo, 'Vingança e Castigo' chegou na Netflix trazendo além de um elenco formado por rostos conhecidos, um filme estrelado apenas por atores negros, num velho oeste onde o diabo é Branco, mas as razões para sacar o revólver vão além das questões raciais. Atrelado a um visual impecável e uma trilha sonora contagiante, Jeymes Samuel reescreve histórias, referencia o que já foi feito e dá a sua versão de algo que também precisa ganhar novas nuances! Entregando entretenimento e drama em meio a assaltos a bancos, balas e xerifes!

Quando pequeno, Nat Love viu seus pais serem mortos pelo impiedoso Rufus Buck. Os anos passos, e Nat, agora um bandido que rouba de bandidos, descobre que Buck foi solto e está prestes a atacar novamente. Desta forma, Love reúne seu bando para confrontar e finalmente obter a vingança que tanto almeja, mas esta tarefa não será nada fácil, principalmente quando se tem outras questões do passado a serem resolvidas e dinheiro em jogo!

Dirigido por Jeymes Samuel que também assina o roteiro e produzido por Jay-Z, temos um exemplar de releitura competente de um gênero que há muito tempo se esforça para retornar ao destaque. E desta vez, saem homens velhos e brancos em busca de redenção, para termos uma narrativa onde os personagens negros constroem o seu próprio Velho Oeste, sem precisar estar à sombra de ninguém!

Para isso Jeymes usa das referências aos clássicos western e com toque de Quentin Tarantino, intensifica os embates, a violência gráfica e a trama que vai passando pelo humor absurdo, o drama, o romance e nos entrega ação desenfreada no momento exato. O diretor sabe como conduzir cada momento e dar personalidade a todos os elementos em cena. Como quando acontece um assalto em um banco de cidade onde só há pessoas brancas. Tudo na cidade é branco, dos detalhes das casas, aos objetos em cena, para nos dar o contraste necessário do que está acontecendo ao pano de fundo da história. Ao mesmo tempo que no confronto derradeiro, a câmera transita por entre os locais, fazendo com que vejamos cada movimentação durante as trocas de tiros, mas nada aos moldes antigos para esse tipo de produção, tudo é realizado através de uma lente mergulhada na contemporaneidade!

+ Siga a rádio FM Super também pelo Facebook, Instagram e YouTube.

Além disso, para dar um toque ainda mais cartunesco e característico do gênero que está trabalhando, a direção se aproxima do rosto dos personagens, usa do reflexo dos olhos para mostrar a intensidade dos acontecimentos e com o auxílio da edição, faz montagens dinâmicas e criativas para os acontecimentos. Atrelado a isso, a escolha de uma trilha sonora que mescla hip-hop, reggae, pop e R&B. faz cada sequência ganhar mais força, justamente pelas músicas cumprirem o papel de ajudar na contação da história que acompanhamos.

Assim, o elenco formado por Idris Elba, Jonathan Majors, Zazie Beetz, Regina King, Delroy Lindo, Lakeith Stanfield, RJ Cyler, Danielle Deadwyler, Edi Gathegi, Deon Cole, Damon Wayans Jr, se encarrega de dar uma nova visão das histórias que já assistimos. Cada um possui características próprias, personalidades e ambições. E apesar de nem todos seguirem um desenvolvimento adequado, essa reunião de astros torna a obra ainda mais significativa!

Um jovem vê os pais morrerem em sua frente, pelas mãos de um antagonista cruel. Ele cresce, cultivando aquele desejo de vingança até o momento em que finalmente está diante de seu algoz, tendo a chance de cumprir com aquilo que sempre almejou, vingar aqueles que tanto ama e que perderam as vidas.

E se pararmos para pensar, o cinema está repleto de histórias assim! Em diferentes contextos, gêneros e estilos. Por mais que todo o visual de 'Vingança e Castigo' sejam mercantes, talvez esta seja a única questão incômoda, um texto que se baseia no que muito já foi realizado. Contudo, nada disso remove a construção narrativa do protagonista e seu nêmesis, que reserva uma revelação interessante para os momentos finais, justificando certos elementos da história e dando o tom dramático que se espera do clímax de um filme de faroeste!

De igual modo é interessante ver como o texto se encarrega de colocar elementos culturais e sociais de uma forma simples e natural. Como quando a personagem Trudy não deixa um homem concluir a forma como iria ser chamada, ou quando a moça do banco começa a rir pouco antes do assalto e passa a temer toda a situação em seguida. Sem contar que o "diabo na história é branco", seja pela crueldade que muitos já vivenciaram, pelo racismo em suas falas ou pela forma como avançam pelos locais tomando tudo para si! Algo que também movimenta a trama.
É o conhecido conto de vingança, mas que consegue cativar de uma forma sem igual!
'Vingança e Castigo' possui um visual impecável, uma trilha sonora contagiante, em uma homenagem que subverte e modifica os filmes sobre o Velho Oeste Norte-Americano. Desta forma, Jeymes Samuel reescreve histórias, referencia o que já foi feito e dá a sua versão de algo que também precisa ganhar novas nuances! Entregando entretenimento e drama em meio a assaltos a bancos, balas e xerifes!

Assim, com elementos dos clássicos western e com toque de Quentin Tarantino, a trama intensifica os embates, a violência gráfica, além de passar pelo humor absurdo, o drama, o romance e nos entregando ação desenfreada no momento exato. E o diretor sabe como conduzir cada momento e dar personalidade a todos os elementos em tela!

Desta forma, a história de Nat Love contra Rufus Buck não passará despercebida, a tornando um clássico contemporâneo aquém dentro do catálogo da Netfix!

'Vingança e Castigo' está disponível na Netflix!

Will Weber
Geek Guia

Tags
sombra

Promoções
sombra

Artista em Destaque

87
4

Amigos da Super