Notícias
  08/02/2021 às 9h11

Tudo bem


13
1
Tudo bem

Quando Dandara diz a Hugo que as pessoas deveriam ser proibidas de falar que "está tudo bem", o curta-metragem certamente ganha uma força ainda maior. Pois diante de tudo que estamos vivendo, estar bem por completo é quase um privilégio de poucos! E sinceramente, nada parece estar bem diante de tantos acontecimentos complexos e tristes!

Contudo, a história do curta 'Tudo Bem', dirigido por Caio César, se torna um manifesto sobre o amor, a esperança e os sentimentos que queremos externar em meio à essa pandemia! Pois certamente enquanto tudo acontece a nossa volta de maneira quase que ficcional, o faz de conta assume a narrativa real para nos lembrar que está tudo bem não estar tudo bem!

+ Siga a rádio FM Super também pelo Facebook, Instagram e YouTube.

Hugo (Daniel Rangel), um jovem morador do subúrbio do Rio que conhece a universitária Dandara (Heslaine Vieira) antes do início da pandemia de Covid-19. Sem nenhum contato com a moça, ele passa o período da quarentena imaginando se conseguirá encontrá-la novamente, ao mesmo tempo em que precisa lidar com as duras consequências da pandemia na sua própria casa!

Produzido após seleção no edital Cultura Presente nas Redes, promovido pela Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa do Rio de Janeiro, o curta tem a direção e roteiro de Caio César, jornalista que também já trabalhou em produções para televisão como A Dona do Pedaço, Órfãos da Terra e Se Joga. A obra foi filmada durante a quarentena, seguindo todos os protocolos de segurança e tendo a área de gravação isolada pela prefeitura da cidade.

É nítido no material final o esforço de cada um da equipe! Desde a fotografia até a edição som, cada detalhe é realizado com maestria para dar a narrativa muito mais detalhes que aparentam. No momento em que começamos a acompanhar a trajetória de Hugo, a atmosfera criada nos remete à clássicos "oitentistas" onde o rapaz tem o desejo de encontrar a paixão que ele mal sabe que existe.

Ao mesmo tempo, a escolha de cores a cada cena mescla com os sentimentos do protagonista que vão da esperança em encontrar Dandara, a felicidade em conversar com um amigo, mesmo que à distância, e a dor da perda que sutilmente, sem a necessidade de grandes exposições, consegue arrancar lágrimas dos espectadores. Essa construção técnica transforma a experiência numa verdadeira exposição em tela do cotidiano atual!

O texto de 'Tudo Bem' vai construindo um caminho repleto de sentimentos, vivencias e experimentações do protagonista. Desde o primeiro momento vemos em Hugo, interpretado de maneira competente por Daniel Rangel, a vontade de passar por toda essa situação bem, voltando a uma normalidade que infelizmente foi perdida por conta de um vírus!

Logo, a figura de Dandara, a carismática e cativante Heslaine Vieira, se torna uma ponta de esperança em meio há tantos acontecimentos ruins. Todos esses momentos ficam ainda mais intensos quando a montagem se encarrega de mostrar o dia a dia de Hugo, o que assiste, faz, com quem fala. Algo que certamente irá causar familiaridade com qualquer um que está em casa nesse período. 

Assim, quando os jovens se encontram, a primeira conversa "oficial" se transforma numa grande caminhada pautada em ideias, pontos de vista, sentimentos e empatia. Nesses diálogos, o sentimento esperançoso se torna parte tanto de Hugo quanto de Dandara. Tornando então o abraço, o carinho, que não pode ser dado fisicamente, demonstrado através das palavras, das atitudes, de um desenho, e finalmente, do nome revelado!

'Tudo Bem' é sobre o amor, sobre o dia a dia de muitos e sobre a esperança que cultivamos em meio à um turbilhão de acontecimentos absurdos! Entregando emoção, risos e até mesmo diversas referências à cultura pop (Que vão de Vingadores, Disney até o Marcelinho), o curta é aquela produção que nos faz pensar, chorar e respirar fundo para continuar.

Com uma direção exímia e uma construção técnica competente, a obra é um verdadeiro exemplo de como se pode realizar arte quando parece impossível e como essa mesma manifestação se torna o discurso sobre uma sociedade que está redescobrindo certos meios de interação.

Desta forma, o curta nos ensina que não estar tudo bem é normal, é aceitável, é do ser humano. E talvez, o bem-estar pleno esteja atrelado aquele sentimento de esperança que pode ser por dias melhores, por uma resposta de emprego, por uma ligação de um amigo ou por finalmente descobrir o nome de quem tanto ocupa um espaço em nosso coração! E mais do nunca, está tudo bem ter esperança!

Você pode assistir ao curta de graça no Youtube:

Will Weber
Geek Guia

Tags
sombra

Promoções
sombra

Artista em Destaque

142
17

Amigos da Super