Notícias
  20/10/2016 às 12h39

Restaurante e lanchonete Casa da Bica reabre ao público após incêndio


6
0
Restaurante e lanchonete Casa da Bica reabre ao público após incêndio

Cerca de 40 dias após o incêndio que destruiu totalmente o Restaurante Casa da Bica, tradicional ponto de parada localizado às margens do quilômetro 69 da BR-262, no distrito de Victor Hugo, em Marechal Floriano, a família reergueu parte da estrutura e já está atendendo há uma semana aos clientes.

Mesmo com uma estrutura reduzida, os proprietários afirmaram que a qualidade dos alimentos permanece a mesma e “tudo está sendo preparado com muito carinho aos clientes”. A família afirmou que nos próximos dias o projeto final da nova estrutura da Casa da Bica ficará pronto. A expectativa é de que até fevereiro, a nova obra seja inaugurada oficialmente.

A atual estrutura que foi reaberta conta com mesas com 60 lugares para o almoço. Além disso, a lanchonete, o café colonial e a venda de produtos artesanais, como doces, cafés especiais, cristalizados e outros, também foram retomadas. Dos 16 funcionários da empresa, praticamente todos já foram recontratados.

Paulo Gilles, o Paulinho, um dos proprietários do estabelecimento, comentou que o laudo do Corpo de Bombeiros indica que o incêndio começou na parte interna do estabelecimento, provavelmente provocado por um curto circuito. A hipótese de incêndio criminoso foi descartada.

“Graças a Deus conseguirmos reabrir com uma estrutura mais enxuta, mas estamos preparando um projeto muito bonito e que vai encantar a todos. Desde o primeiro dia que reabrimos o movimento não parou. Nosso restaurante continua com a mesma qualidade, assim como nosso café colonial. Reduzimos apenas um pouco a quantidade de opções, devido ao espaço menor”, contou Paulinho.

Ele informou, ainda, que mesmo com a boa estrutura das pilastras de cimento que não foram afetadas pelas chamas, tudo terá que ser refeito, já que o baixo nível do rio que passa ao lado prejudicou a base que fica enterrada. “O nível do rio baixou e as estacas que suportam a estrutura foram prejudicadas”, disse.

O INCÊNDIO - O incêndio que consumiu toda a estrutura do restaurante da família ocorreu na madrugada do dia 22 de agosto. Os bombeiros tiveram dificuldade para combater o incêndio, já que as chamas se alastraram rapidamente na estrutura de madeira do estabelecimento.

Segundo o sargento Campos, do Corpo de Bombeiros, que atendeu a ocorrência na ocasião do incêndio, assim que a equipe chegou ao local, foi iniciado o combate às chamas, que já haviam consumido praticamente toda a parte de madeira do restaurante.

“Quando chegamos, os proprietários já estavam no local e nos solicitaram para proteger a parte das câmeras frias, que ainda não tinham sido atingidas pelo fogo. Trabalhamos para proteger essa área, já que o restaurante já estava todo destruído. Como nosso caminhão possui a capacidade de 5 mil litros de água, precisamos ir abastecê-lo em Pedra Azul, distante uns 20 quilômetros”, contou o sargento.

Nesse intervalo, outro caminhão de combate a incêndio saiu de Venda Nova do Imigrante e continuou o trabalho de apagar as chamas. Segundo o sargento Campos, não foi possível captar água do rio ao lado do restaurante devido a pouca profundidade do manancial.

Fonte: Julio Huber/Montanhas Capixabas

Tags
sombra

Promoções
sombra

Artista em Destaque

100
9

Amigos da Super