Notícias
  08/03/2021 às 11h05

Raya e o Último Dragão


5
0
Raya e o Último Dragão

Se analisarmos as histórias das princesas da Disney nos últimos tempos, percebemos que o estúdio deixou de lado o modelo clássico da donzela em perigo, esperando pelo príncipe e alvo apenas do benefício do casamento. Isso já não se encaixa como um todo no pensamento do seu público! Então, saem os beijos dos casais como ferramenta salvadora, adentram as protagonistas realmente sendo o centro de suas histórias e principalmente cumprindo missões que antes apenas eram das aventuras masculinas.

Desta forma, 'Raya e o Último Dragão', nova animação da Disney, abandona as convencionalidades, deixa de lado todos os aspectos musicais como muleta narrativa, abraça a ação, a construção dos personagens e personalidades, para nos entregar uma das obras mais maduras, bem executadas e envolventes dos últimos anos do estúdio. E ao sair da sessão certamente temos a certeza de sermos agraciados com uma daquelas experiências que só o estúdio do Mickey pode nos proporcionar! 

Kumandra era um reino onde dragões e seres humanos viviam em harmonia. Porém com a chegada de criaturas capazes de transformar a todos em pedra, coube aos dragões enfrentar esta ameaça. E após uma terrível batalha a vitória aconteceu, mas fazendo com que todos os dragões desaparecessem, restando apenas a Joia do Dragão, um artefato mágico que carregava a magia que sobrou daqueles seres. Isso fez com que o reino se dividisse por conta da disputa do último objeto mágico. Os anos passaram e agora Raya é a guardiã da joia, contudo, após um ato de traição, as criaturas malignas foram trazidas de volta, fazendo com que a jovem embarque numa jornada para tentar unir os povos, encontrar o último dragão e derrotar de vez as trevas!

Carlos López Estrada e Don Hall são os diretores dessa nova aventura dos estúdios Disney, realizando um dos trabalhos mais maduros e fora do esperado de uma história do estúdio. Certamente esse modelo da princesa guerreira já foi utilizado em diferentes histórias, ganhando novas versões e aprofundando mitologias conhecidas em outras franquias. Porém aqui, o foco não está no título da protagonista, mas nos seus ideais, na sua construção como personagem e onde irá chegar com aquilo que pretende fazer.

Nesse aspecto os diretores conseguem atrelar sequências de ação memoráveis, com uma movimentação fluida, pautado do emprego exímio da computação gráfica. Que novamente atinge um novo nível nesta produção. Se ficamos impressionados com riqueza de detalhes em Frozen II, precisamos aproveitar o vislumbre que Raya nos causa. Desde o design dos personagens, os detalhes dos cabelos, roupas e ambientações, são elevados a um patamar altíssimo. Sem contar nos traços dos dragões! Cada um com sua cor, característica específica e movimentação que irão encantar o espectador! O que se reflete nos momentos de aventura.

Desde as cenas de combate até os momentos mais furtivos, é nítido ver a combinação dos elementos de um jeito assertivo. Há humor, um toque de suspense, adentramos a situações perigo e lógico, há espaço para uma lição importantíssima ser demonstrada. E nessa construção técnica o longa entende que não precisa seguir as fórmulas de outras obras para trilhar um caminho, o que deixa tudo ainda mais com uma personalidade ímpar! 

Entretanto, é no texto que 'Raya e o Último Dragão' consegue capturar por completo quem assiste! E isso nos faz pensar em algumas obras recentes da Disney:

Em Moana, a jovem entendeu que sua trajetória só poderia ser realizada por ela mesmo, pois a missão não dependia de outros para acontecer. Na continuação de Frozen, Elsa compreendeu sua real missão, a importância dos seus dons para assumir uma responsabilidade que iria além de um trono. Agora, temos Raya, a uma princesa, treinada para defender o último objeto mágico que poderia trazer paz para o seu reino, mas uma pessoa muito próxima a traiu, fazendo com que toda sua construção durante o longa seja baseada na confiança! Mas naquela depositada no outro!

Pois diferente de Moana e Elsa, Raya é uma personagem que entende quem é, sabe de suas habilidades, responsabilidades e o que deve cumprir, contudo sob um olhar individualista que a coloca como defensora dos outros, não para proteção como um todo, mas para que não exista interferência em sua missão e assim, sem depositar em alguém algum tipo de fé! 

E com a chegada de Sisu as coisas passam a mudar e aqueles clássicos momentos da Disney, de colocar na tela aprendizados que fazem adultos chorarem e crianças suspirarem pelo imaginário, surgem como alento não apenas para protagonista! Principalmente pelo fato de falar sobre confiança. Em tempos tão turbulentos, caóticos e arredios se torna quase uma ruptura no que tem sido estabelecido em nossa sociedade o que encontramos no texto do filme, já que Raya elabora um plano no momento crucial, onde todos possam ser salvos, estando ao lado daqueles que são diferentes e que talvez não mereçam sua confiança! Oh a lágrima rolando mais uma vez! 

+ Siga a rádio FM Super também pelo Facebook, Instagram e YouTube.

Raya e o Último Dragão é uma aventura de encher os olhos e o coração! Além de todo apuro técnico, o desenvolvimento da história consegue capturar o espectador seja pelos momentos de ação, ou pelo aprendizado que nos leva lado a lado da protagonista. E cada instante novo, de descoberta e emoção de Raya, a Disney nos envolve ainda mais com suas narrativas que utilizam do fantástico para nos impactar! 

Deste modo, tanto direção quanto texto, trilham um caminho coeso, assertivo e repleto de personalidade, que vai da construção do mundo, da forma como ele é apresentado em tela, ao design dos personagens e criaturas. Um deslumbre visual e rico em carisma que encantará o público por completo!

Assim, Raya se torna mais uma daquelas personagens que praticamente nos pega pela mão para ensinar algo com sua narrativa, reafirmando a máxima de que essa nova leva de "princesas guerreiras" da casa do Mickey, possuem as melhores construções representativas em tela dos últimos anos! E isso é confiança! 

Raya e o Último Dragão está em cartaz nos cinemas e disponível no Disney + (Para quem assinar um pacote adicional)

Will Weber
Geek Guia

Importante: O Geek Guia orienta o leitor que deseja ir aos cinemas de sua cidade que siga todos os protocolos de segurança necessários, além da utilização de máscaras dentro do estabelecimento. Porém, se possível, fique em casa!

Tags
sombra

Promoções
sombra

Artista em Destaque

142
17

Amigos da Super