Notícias
  02/01/2020 às 10h25

Pedágio, casamento e carteira de motorista mais caros a partir de hoje


3
0
Pedágio, casamento e carteira de motorista mais caros a partir de hoje

Moradores do Estado começam o ano de 2020 pagando mais caro para tirar carteira de habilitação, casar e atravessar a Terceira Ponte.

Um dos motivos para o aumento é o reajuste no Valor de Referência do Tesouro Estadual (VRTE), que serve como base de cálculo para serviços praticados por cartórios e pelo Departamento Estadual de Trânsito (Detran-ES).

Com o reajuste, a partir de hoje, o futuro motorista que der entrada no processo para tirar a habilitação de carro ou moto vai desembolsar R$ 378,90 – um aumento de R$ 9,36 em relação ao ano de 2019. Já na categoria AB (carro e moto), a taxa foi para R$ 473,63 – aumento de R$ 11,71.

Os exames obrigatórios também estão mais caros.

O exame médico passou de R$ 88,96 para R$ 91,21, enquanto o psicotécnico foi de R$ 106,07 para R$ 108,76. Já no cartório, quem for casar vai precisar pagar uma taxa de R$ 469,98 – um aumento de R$ 10,22 em relação ao que era cobrado até o dia 31/12.

De acordo com o Sindicato dos Notários e Registradores do Espírito Santo, a atualização dos valores busca corrigir para os cartórios eventuais desatualizações em relação a remunerações e custos.

 (Foto: Jornal A Tribuna)

+ Siga a rádio FM Super também pelo Facebook, Instagram e YouTube.

Ponte

Quem atravessa a Terceira Ponte já está pagando mais. Para quem tem carro, a tarifa subiu 10 centavos, indo para R$ 2,10 após dois anos sem aumento.

Diferente do Detran-ES e dos cartórios, o reajuste no pedágio da ponte não tem ligação com o VRTE. Os novos valores foram atualizados após um cálculo feito pela Agência de Regulação de Serviços Públicos (Arsp), o que é previsto em contrato para todo mês de janeiro.

O valor de pedágio, no entanto, não subia desde 2017, quando passou dos 95 centavos para R$ 1. A tarifa ficou congelada porque, segundo o governo do Estado, a Rodosol não estava cumprindo cláusulas contratuais que obrigam a conservação da Rodovia do Sol.

Segundo o diretor-geral da Arsp, Munir Abud de Oliveira, o aumento poderia ser maior se não fosse o “débito” que a concessionária tem com o usuário.

Em junho de 2018, a cobrança foi para R$ 2, mas por conta da eliminação do pedágio na saída de Vitória.

Fonte: Tribuna Online

Link da matéria original:
https://tribunaonline.com.br/pedagio-casamento-e-carteira-de-motorista-mais-caros-a-partir-de-hoje

sombra

Promoções
sombra

Artista em Destaque

273
46

Amigos da Super