Notícias
  01/03/2021 às 8h21

Monster Hunter


6
0
Monster Hunter

Adaptações dos games nem sempre são um sinônimo de sucesso! Algumas acabam tentando inovar e perdem por completo a essência de seus "jogos de origem", o que causa uma certa estranheza em quem assiste. Já outros, seguem por caminhos mais fiéis, porém tornam tudo mecanizado e artificial demais. Ou seja, dificilmente vamos encontrar uma produção que tenha sido completamente satisfatória em todos os quesitos. O que não quer dizer que Hollywood não continue tentando!

Assim, chega aos cinemas 'Monster Hunter', adaptação do game da Capcom, estrelado por Milla Jovovich e Tony Jaa que pode dar início a uma nova franquia nos cinemas. Pois se formos analisar como uma verdadeira aventura dos consoles, este é um exemplar assertivo, já que se apega a ação, aos monstros do universo explorado e a missão principal dos dois personagens! Quer mais jogo de videogame do que isso?

Artemis lidera um esquadrão numa missão de resgate de um pelotão que sumiu misteriosamente no deserto. Mas o que ela e seus homens não contavam é que seriam transportados para um outro mundo, onde monstros gigantes existem, criaturas dispostas a matar cada um deles. E para sobreviver será necessário contar com a ajuda de misterioso caçador, ao mesmo tempo que os enigmas daquele local parecem estar conectados com a chegada da oficial!

+ Siga a rádio FM Super também pelo Facebook, Instagram e YouTube.

Paul W. S. Anderson comanda a produção e o diretor já tem um certo caminho pelas adaptações de games na sétima arte. Em 1995, realizou o clássico, aclamado, e datado, Mortal Kombat com Christopher Lambert, e em 2002 levou às telas a primeira versão em longa-metragem de Resident Evil que rendeu mais 5 continuações! E parece que Anderson está longe de deixar os jogos eletrônicos de lado em suas produções cinematográficas.

O mais interessante aqui é que se formos pesquisar com maior afinco, vamos descobrir que Monster Hunter não possui uma narrativa previamente estruturada. Então, inserir elementos, alterar outros e tentar amarrar isso com uma aventura que beira o genérico, seria o melhor jeito de acertar... E foi! Paul W. S. Anderson cria sequências de ação interessantes, dando a proporção entre humanos e monstros, colocando o perigo como eminente, e até toques de terror em tais momentos!

Isso contribui para que venhamos a aceitar com maior facilidade os embates que ocorrem, coreografados de maneira exímia e do jeito que o público fã de um bom cinema de ação espera. Ao mesmo tempo, o diretor apresenta as criaturas daquele universo que aos poucos vão sendo explicadas assim como suas habilidades e lógico, o porquê de serem tão mortais. Deste modo, vai trabalhando no público o confronto derradeiro do longa! Piegas, mas que parece ter saído dos instantes finais quando se derrota um "chefe de fase"!

Claro que tudo isso ganha ainda mais peso quando colocamos em destaque o talento de Milla Jovovich para ação! A atriz, conhecida de inúmeras produções onde precisa salvar o mundo, já está acostumada à grandes riscos e isso é demonstrado em sua entrega em cada sequência, sem contar que seu carisma nos prende, nos fazendo torcer por sua personagem. Embora faltem elementos para compor ainda mais sua personalidade. Por sua vez Tony Jaa se equipara a Milla nos momentos de embate (A luta entre os dois é sensacional), nos dando até mesmo maior material de seu Caçador, apresentando sentimentos, perdas, numa construção simples, mas adequada para o que o roteiro quer nos trazer!

O roteiro de 'Monster Hunter' segue uma estrutura conhecida onde temos um personagem da Terra que vai parar em outro, em circunstâncias misteriosas, ao mesmo tempo que possui algum tipo de ligação com esse local e isso fará com que seja necessário derrotar, vencer e superar algum adversário daquele lugar, para então ir para casa.

Mas assim como todo game, a produção consegue até mesmo encerrar uma "fase", já nos preparando para outra! Pois os mistérios não são todos entregues por completo e não chegamos a uma linha de explicações sobre tudo o que está ocorrendo naquele mundo. O que sabemos é o mesmo que a protagonista e isso nos faz focar na ação e nas situações de perigo que surgirão durante as tentativas de encontrar o meio de sair de tudo aquilo.

Deste modo o longa é não apenas baseado em uma franquia de games de sucesso, porém assume as principais características de jogos onde não precisamos de muito para sabe o que fazer. Temos os comandos principais? Sim! Sabemos quem é o seu personagem? Sim! O que precisamos derrotar? Sim, então é só seguir pela aventura e tentar não ser derrotado! Nesse caso, devorado! E nessa estrutura de uma narrativa quase que por "fases", a diversão está empregada na ação e nos personagens que vão descobrindo habilidades, armas e um pouco mais da história.

'Monster Hunter' tem na ação seu principal triunfo, principalmente ao entender que se trata de uma adaptação dos games e como tal, constrói sua história do mesmo jeito, sem precisar de muito e tão pouco se importando em criar momentos contemplativos ou de aprendizado, o importante aqui é ver monstros caídos!

Deste modo, Paul W. S. Anderson continua sua trajetória nos filmes que vieram dos jogos eletrônicos, criando boas sequências de ação, mexendo na história e entregando para uma parcela de público aquilo que se espera: momentos em que o que vale mais são os combates e as criaturas em tela!

Monster Hunter está em cartaz nos cinemas!

Importante: Há uma cena pós-créditos!

Will Weber
Geek Guia

 

Tags
sombra

Promoções
sombra

Artista em Destaque

142
17

Amigos da Super