Notícias
  19/03/2020 às 11h56

Justiça nega pedido de liberdade do motorista que causou morte de universitária em Vila Velha, ES


1
0
Justiça nega pedido de liberdade do motorista que causou morte de universitária em Vila Velha, ES

A Justiça negou o pedido de liberdade do motorista Wilker Wailant, que invadiu a contramão e matou a jovem Ramona Bergamini, de 19 anos, que estava parada em um semáforo da rodovia Carlos Lindenberg, em Vila Velha, na região Metropolitana de Vitória, no dia 4 de março. Ele permanece preso no Centro de Triagem de Viana.

A decisão do Superior Tribunal de Justiça foi publicada na noite dessa quarta-feira (18) e mantém a prisão provisória do motorista.

Ramona trabalhava fazendo entrega de alimentos por aplicativo e estava parada com sua motocicleta em um semáforo quando foi atingida pelo carro dirigido por Wilker. No dia 6 de março, ele foi encaminhado para um presídio autuado por homicídio culposo. No dia do acidente, o motorista se recusou a fazer o teste do bafômetro.

Acidente
De acordo com informações da Polícia Militar, o acidente aconteceu na altura do bairro Nossa Senhora da Penha, no dia 4 de março.

Após perder o controle, Wilker Wailant, que seguia no sentido de Vitória para Vila Velha, invadiu a contramão, bateu em um semáforo e, em seguida, atingiu a moto de Ramona, que morreu no local.

Na sequência, o carro atingiu um outro veículo de passeio (um modelo Renault Sandero), que também aguardava a abertura do sinal e que acabou batendo em um ônibus do sistema Transcol.

+ Siga a rádio FM Super também pelo Facebook, Instagram e YouTube.

Veículo, que perdeu o controle e provocou as batidas, ficou com a frente destruída — Foto: Reprodução/TV Gazeta

Fonte: G1 ES

Link original da matéria: 
https://g1.globo.com/es/espirito-santo/noticia/2020/03/19/justica-nega-pedido-de-liberdade-do-motorista-que-causou-morte-de-universitaria-em-vila-velha-es.ghtml

Tags
sombra

Promoções
sombra

Artista em Destaque

243
43

Amigos da Super