Notícias
  29/04/2020 às 11h37

Casos de coronavírus mais que dobram em Blumenau após volta do comércio


2
19
Casos de coronavírus mais que dobram em Blumenau após volta do comércio

O número de casos de Covid-19 em Blumenau, no Vale do Itajaí, mais do que dobrou desde a reabertura do comércio na cidade, em 13 de abril. Naquela data, eram 68 pacientes infectados, contra 177 na terça-feira (28), segundo o governo de Santa Catarina -- um crescimento de 160%.

A reabertura do comércio foi autorizada pela prefeitura, na ocasião, após um decreto estadual que permitiu a reabertura mediante algumas regras, entre elas a proibição de provas das mercadorias e a obrigação de uso de máscaras pelos funcionários.

+ Siga a rádio FM Super também pelo Facebook, Instagram e YouTube.

O município não registrou mortes em decorrência da infecção. Em todo estado, eram 1.995 as pessoas com casos confirmados de coronavírus, com 44 óbitos, segundo balanço de terça-feira (28).

A Prefeitura de Blumenau atribuiu a alta à volta do comércio e à quantidade maior de testes realizados. Os testes inicialmente eram feitos em pacientes internados; depois, pessoas com sintomas de resfriado também passaram a ser submetidas à testagem. Não foi informada a quantidade de pessoas testadas desde a reabertura do comércio. A ampliação de testes começou há cerca de uma semana.

"Podemos dizer que existe uma relação entre a abertura do isolamento e o aumento de casos positivos. Além disso, [há] o fato de estarmos testando mais pessoas", disse Winnetou Krambecko, secretário da Secretaria de Promoção da Saúde (Semus).
Também por meio de nota, o governo do Estado de Santa Catarina informou que o aumento "faz parte de um movimento esperado da doença diante da disseminação do vírus e da ampliação da testagem".

Aglomerações

Na quarta (22), quando foi autorizado o funcionamento de shoppings e afins, um dos estabelecimentos chegou a ter aglomeração de pessoas por causa da reabertura e depois acabou notificado pela Justiça e Vigilância Sanitária. O município, porém, diz não ser possível associar o aumento à volta desses espaços em razão do curto espaço de tempo verificado desde então -- menos de uma semana.

No domingo (26), moradores flagraram situação semelhante em um food park da cidade. Apesar de ficar em local aberto, havia pessoas aglomeradas e sem máscara, item que é obrigatório em Santa Catarina. A prefeitura também notificou o estabelecimento.

O prefeito de Blumenau, Mário Hildebrandt, lamentou os dois episódios e reforçou a necessidade de as pessoas saírem de casa somente em caso de extrema necessidade.
"Cada vez que as pessoas se colocam nessa situação, não colocam só sua vida em risco, mas as de outros, de levar para dentro de casa. Participamos e ajudamos no processo de fiscalização, mas cabe a cada cidadão avaliar qual o risco está trazendo para nossa vida e de nossos familiares", disse.

Santa Catarina decretou situação de emergência e começou a quarentena em 17 de março. Os primeiros casos de coronavírus em Blumenau, sendo seis, foram contabilizados em 22 de março. Com o passar das semanas, foram ocorrendo flexibilizações, apesar da continuidade das orientações de isolamento social e ainda suspensão de alguns serviços, como o transporte coletivo e aulas.

Evolução dos casos

O comércio de rua reabriu em 13 de abril, acompanhando o decreto estadual que permitiu a abertura de lojas seguindo uma série de regras, entre elas a proibição de provas das mercadorias, e o uso de máscaras pelos funcionários. Dias depois, a prefeitura, assim como em outras cidades catarinenses, tornou o uso de máscaras obrigatório por todos os moradores.

No dia da reabertura do comércio de rua, Blumenau tinha 68 casos de coronavírus. Quando os shoppings reabriram, eram 81. No sábado (25), esse número subiu para 90 casos e, no domingo, para 100. Na segunda-feira (27), crescimento de 59%, passando para 159 notificações.

Em Santa Catarina a primeira confirmação de pacientes diagnosticados com Covid-19 foi em 12 de março, segundo o Governo do Estado, com dois casos em Florianópolis. Em 22 de março o número de cidades com confirmação da doença subiu de 15 para 18 e Blumenau entrou na lista do Estado de municípios com a doença.

Desde então, o número de casos da doença sobe em Santa Catarina, chegando a 1.476 na segunda-feira (27) - como mostra o gráfico abaixo. Na noite de terça-feira (28) o Governo atualizou os números e Santa Catarina tem 1.995 casos de coronavírus em 120 cidades. Entre as confirmações estão o diagnóstico de 44 pessoas que morreram com a doença.

Sem causa exata

O professor João Gurgel, coordenador do Comitê Covid-19 da Universidade Regional de Blumenau (Furb), pesquisador na área de Saúde Coletiva e integrante de uma comissão integrada da prefeitura que acompanha a pandemia, diz que não é possível atribuir uma causa exata ao aumento dos casos.

"Mas é importante dizer que as medidas de relaxamento acabam promovendo comportamento de massa e comportamento de massa precisa ser acompanhado, monitorado e não responde muito bem exatamente com a velocidade que a gente trabalha. Junto com o relaxamento vieram normativas, é um grande desafio orientar para que o comportamento seja seguro", disse.

Segundo ele, a comissão que integra pesquisadores da universidade, profissionais da saúde e prefeitura tem avaliado e estudado a situação, assim como o crescimento do número de casos, e considera, além das medidas de relaxamento, que o aumento de testes tem contribuído.

“O aumento no fim de semana foi exponencial, foi maior, mas a gente precisa acompanhar a curva. A gente precisa olhar isso, ver se essa curva tende à normalidade, o que vai acontecer com os dados e também investigar para saber que fatores estavam acontecendo naquele momento que influenciou a curva, vai precisar de um estudo mais aprofundado. [...] Todos os fatores precisam ser avaliados, tudo vai influenciar, o próprio diagnóstico e contagem de casos é fundamental, muda totalmente o comportamento da curva", afirmou.

Máscaras e demais precauções

Por decreto, desde o dia 20 de abril, os moradores de Blumenau devem usar máscaras faciais, seja na rua ou ao entrar e estabelecimentos (veja no vídeo acima). A Prefeitura e o especialista em Saúde alertam, no entanto, que além de usar a máscaras, as demais precauções devem ser mantidas, entre elas a higienização constante das mãos e o isolamento e distanciamento social.

"As pessoas estão usando a máscara caseira. O problema é que isso pode trazer uma falsa segurança para as pessoas. A máscara não dá segurança absoluta. ela deve ser usada, mas dentro de critérios muito restritos, tem que ser bem manuseada, pra usar, lavar, e você você não vai poder retornar à situação de aglomeração, vai precisar continua seguindo as regras de isolamento. É muito importante só sair na rua quando for necessário", alerta Gurgel.

Fonte: G1
Foto: Reprodução / NDTV
Link da matéria original: https://g1.globo.com/sc/santa-catarina/noticia/2020/04/29/casos-de-coronavirus-mais-que-dobram-em-blumenau-apos-volta-do-comercio.ghtml

Tags
sombra

Promoções
sombra

Artista em Destaque

237
41

Amigos da Super