Notícias
  23/04/2021 às 10h53

Amor e Monstros


6
0
Amor e Monstros

Quem nunca fez algo por amor? Comprou um presente acima do orçamento, fez declarações cafonas, realizou coisas que nunca tinha pensado na vida, aprendeu outras tão desnecessárias.

Dito isso, Amor e Monstros chegou na Netflix Brasil trazendo uma história fácil de identificação, pois em algum momento na vida a gente já foi "trouxa" por conta de uma paixão que fazia apenas sentido na nossa cabeça. Não que tenha sido necessário enfrentar uma horda de monstros assustadores, porém alguns relacionamentos na vida tem a mesma intensidade! E no fim das contas, entendemos o Joel!

Joel vive em um abrigo subterrâneo já que o mundo após ser atingindo por um asteroide se tornou o lar de monstros gigantes que antes eram apenas animais comuns. Porém ele se sente só e a única pessoa que já amou está muito distante. Desta forma, o jovem decide seguir em uma viagem arriscada para encontrar sua paixão, Aimee, passando por locais perigosos e fazendo amizades ao longo do caminho que irão ajudar no seu aprendizado. Mas nada disso será tão fácil quanto parece!

Michael Matthews comanda a produção distribuída pela Netflix (não se trata de um filme original do streaming) e que está concorrendo ao Oscar de Melhores Efeitos Visuais em 2021. Para dar o tom aventureiro, misturado com toques de terror, road movie, comédia e romance, o diretor dosa os momentos para que cada um desses gêneros tenha um espaço interessante, fazendo então que a trama funcione sem precisar ficar preso apenas a um deles.

Quando necessário a atmosfera de tensão e suspense toma conta, justamente quando o perigo se aproxima ou os personagens não podem fazer movimentos bruscos. Logo a aventura ganha forma no melhor estilo de viagem por ambientes conhecidos e que agora são meras lembranças, e assim, passando pelas situações de comédia sempre liderados pelo protagonista, chegando num sentimentalismo cativante com a presença do Garoto e até quando o casal principal da história está em tela. E com essa mistura toda, o diretor acertou!

Ao mesmo tempo, comparações com outras obras como Zumbilândia, A Estrada, A Quinta Onda e A Hospedeira irão surgir. Pois emula muito do que já vimos em diversas mídias. Sendo que em um determinado momento parece prestar homenagem ao sucesso dos games "The Last Of Us", mas do seu jeito. E talvez esse seja o único demérito da produção, parecer demais com que foi feito em outro momento. Isso torna certas resoluções previsíveis ou até mesmo sem sentido.
Em contrapartida, o fato de Dylan O'Brien conseguir cativar, e ao mesmo tempo, irritar o público com suas ações, tornam a história cada vez mais próxima de quem assiste. Não por conta dos monstros, mas pelas atitudes que o levam a querer encontrar quem ele considera o amor de sua vida. Nessa jornada, o ator esbanja carisma nas sequências de humor, empenho nos momentos de ação e camadas na personalidade de Joel que nos fazem mudar de opinião sobre o personagem! Ou seja, um bom texto ainda que com algumas inconsistências!

Tudo é movido pelo amor! Ou pela busca da certeza de que este sentimento está sendo mesmo correspondido. E se não bastasse as dificuldades do relacionamento entre duas pessoas, adicione monstros gigantes, assustadores e comedores de gente ao longo desse percurso.

+ Siga a rádio FM Super também pelo Facebook, Instagram e YouTube.

O instiga parte da narrativa de 'Amor e Monstros' é como Joel vai sendo construído. De início pensamos que é mais trouxa que irá arriscar a vida, e passando alguns minutos essa afirmativa começa a fazer ainda mais sentido. Porém a história vai ganhando novos traços e aquilo que era um defeito do protagonista, aos poucos se torna sua principal qualidade! Algo que fica ainda mais forte quando encontra o Garoto, o cãozinho que o acompanha até o final, além de Clyde e Minnow.
E sim, temos espaço para que o romance aconteça, ainda que não tenha força esperada pelos roteiristas. Pois não há química alguma na dupla de atores, tão pouco força naquilo que prometem ou dizem. As situações até este momento são muito mais interessantes do que o clímax em si, que aliás, se estende de maneira desnecessária, apresentando antagonistas que só estão ali para cumprir com a cota de mortes por monstros que o filme parecia não ter entregado com maior frequência.

Deste modo, a jornada Joel como um "herói apaixonado" é cativante e divertida, pois o crescimento do personagem principal é melhor do que o romance brega!
"Amor e Monstros" é um divertido filme que envolve sobrevivência, monstros assustadores, um cãozinho fofo, um protagonista cativante, em um universo que poderia ser explorado facilmente em outros momentos, até mesmo, em uma franquia. Não que o romance precise estar presente, porém como está no título, é só ignorar os instantes insossos do casal e curtir a forma como Joel vai se tornando cada vez mais interessante!

Com uma direção que acerta ao mesclar diferentes gêneros para contar sua história, fica faltando apenas um pouco de personalidade em certos momentos. As referências são bacanas? Sim, mas de nada adiantam se aquilo não irá servir para impulsionar algo ou fica dependendo da suspensão de descrença do espectador. Ainda assim, o filme supera todas as expectativas!

Ao final, se Joel foi trouxa ou não, deixemos para que você decida, pois esse papel todo mundo já fez um dia! Contudo, se há uma lição que podemos tirar do filme é que sempre existe a possibilidade de fazer algo além do esperado por quem se ama! E se nada der certo, é só jogar a pessoa na direção de um monstro e abrir o app de namoro em seguida!


Amor e Monstros está disponível na Netflix!

Will Weber
Geek Guia

Tags
sombra

Promoções
sombra

Artista em Destaque

145
18

Amigos da Super