Notícias
  14/12/2018 às 11h01

Após 18 anos, Saloon fecha as portas com festão de mais de 10 horas


0
0
Após 18 anos, Saloon fecha as portas com festão de mais de 10 horas

A música e artistas sertanejos se despedem de um dos redutos mais antigos do gênero no Espírito Santo. Depois de 18 anos, o Saloon anuncia o fim de suas atividades no Parque de Exposições de Carapina, na Serra.

O fechamento do Saloon acontece devido ao término do contrato de arrendamento do Parque de Exposições de Carapina com o Governo do Estado. A casa, que começou como um restaurante, fecha as portas de vez no dia 28 deste mês.

"Fizemos o contrato no final de 1998, após uma concorrência pública de arrendamento e uso do espaço por 20 anos. Agora temos que entregar o parque como um todo e o Saloon faz parte", explica o proprietário Zezinho Boechat.

+ Siga a rádio FM Super também pelo Facebook e pelo Instagram.

Mas, ao invés de tristeza, o proprietário Zezinho Boechat realiza a despedida da casa com uma grande festa, neste sábado (15). "O Saloon é uma das casas que mais durou no Espírito Santo e estamos fechando sem ter passado por crise, apenas pelo fim do contrato. Estamos fazendo uma despedida para relembrar esses 18 anos de funcionamento", conta.

FESTÃO
Para o fechamento da casa, neste sábado (15) será realizada a festa Viradão, com presença de diversos músicos capixabas do sertanejo, que se revezarão em 10 horas de muita música. "Afinal de contas, no Saloon, passaram todos os artistas que começaram no Espírito Santo. Todos, entre grupos, duplas e solo, iniciaram no Saloon", conta Zezinho.

A dupla sertaneja Rony e Ricy é uma da atrações da despedida da casa

Breno & Lucas, Rony & Ricy, Leandro Tobias, João Felipe & Rafael, Anas, Donato & Eduardo, Rikson Maioli, Júnior Reis, Jean Filipe, Cláudio Pontes, Felipe Ribeiro, Lilian Jane, Cristian & Anderson, Juliano Spagnol, Tatiana Arantes, Breno & Bernardo e Karol & Priscila são atrações confirmadas para a festa e Zezinho espera até mais. A ideia é reunir os clientes de ontem e de hoje.

"Queremos reunir o máximo de gente que pudermos, dos que curtiram aos que se apresentaram. É muito orgulho para gente, depois desse tempo todo, reunirmos essa gente toda, chamando a população para participar. Aqui começaram muitos namoros, casamentos e até algumas separações (risos). O resultado está super positivo e a adesão que estamos tendo é muito grande", relata.

Mas não para por aí, além das músicas, o empresário promete promoções nos ingressos, nas bebidas e até café da manhã para os presentes.

LEMBRANÇAS
Das lembranças que mais marcaram, o empresário exalta as amizades feitas. "As grandes amizades feitas aqui por mim, como proprietário, os grandes contatos.

Numa casa igual a essa, a gente não tem objetivo apenas financeiro, mas temos o contato com os artistas e atrações nacionais, que trazem uma lembrança muito boa", destaca Boechat, lembrando a abertura do empreendimento, que iniciou as atividades como restaurante.

"São 18 anos de muitas lembranças. Começamos com o restaurante Ponto do Criador, feito com a intenção de ser restaurante de apoio às feiras realizadas no Pavilhão. Com o passar do tempo, a gente passou a abrir às quintas-feiras. A moda pegou e nunca mais paramos", relembra Boechat.

Quem se lembra de bons momentos no local é a administradora Valéria Silva Figueiredo, 45. A moradora da Serra relata o fechamento da casa como uma grande perda. "É com muita tristeza que vejo a casa fechando. Frequento o Saloon desde a época de faculdade, isso tem muitos anos mesmo. Sempre que podia, ia com a galera da faculdade. Fui a primeira vez, numa quinta-feira, e se tornou um vício", relembra.

Com nostalgia, Valéria ainda relembra que o espaço era seguro e ponto de encontro de amigos e criação de vínculos. "Chamávamos de nosso quintal. Era uma coisa muito gostosa, tanto em termos de lazer como em matéria de segurança e administração. Lá, era um dos lugares que me sentia protegida", conta.

NÃO PARA, NÃO
Apesar do fim das atividades do Saloon, o empresário promete: 2019 será um ano de boas novidades. Segundo Zezinho, a casa tem a possibilidade de seguir para novo endereço. "Existe um projeto de que o Saloon será levado para outro lugar, mas só deve acontecer a partir do segundo semestre de 2019. Estamos fazendo consultas para abrir num novo espaço e a tendência é que se continue na Serra.

Por Gazeta Online

Link da matéria original: Após 18 anos, Saloon fecha as portas com festão de mais de 10 horas

Tags

Compartilhe:
sombra

Promoções
sombra

Artista em Destaque

259
30

Amigos da Super